Qual estratégia de conteúdo adotar, quando você não tem dinheiro para pagar por uma!

Se você é um empreendedor recém apresentado ao universo do marketing digital, provavelmente já deve ter escutado que “conteúdo é rei” e também que “conteúdo sem estratégia não gera resultados”. Essa frase, tão batida e tão falada, no entanto, parece soar nos ouvidos dos empreendedores como aqueles conselhos de mãe, que todo mundo escuta, mas ninguém obedece.

Pois, é! Leve o guarda chuva que vai chover! E, aproveite também para adotar uma boa estratégia de conteúdo para aquilo que você publica na internet, seja no seu site, blog, e-mail marketing ou fan page!

Mas sim, eu sei, é a crise, é a falta de recurso, são os cortes na empresa, é a situação do país… Calma, antes que você comece como o já tão batido e falado problema da falta de recursos, vamos desenvolver um olhar para os recursos que você tem? Confia em mim, não é papo de auto ajuda!

Está faltando grana para investir em uma bela estratégia de conteúdo? Então, confere, porque eu tenho uma dica valiosa para te dar!

O que é uma estratégia de conteúdo?

Antes de falarmos um pouco sobre o que fazer quando você não tem grana para investir em estratégia, vamos falar um pouco sobre o que é uma estratégia de conteúdo. Afinal, eu não sei se você está realmente convencido de que ela funciona e pode trazer os resultados que você espera.

Uma estratégia de conteúdo serve basicamente para três coisas: (i) definir quem é o público que sua empresa quer falar (e consequentemente conquistar); (ii) como você vai falar com o seu público; (iii) qual a mensagem que você quer transmitir a ele?

Palavras, em tempos modernos, são um elemento poderoso de conexão. Porém, para você utilizar elas a favor do seu negócio, é imprescindível que você saiba com quem falar, como falar e o que transmitir.

A internet deu voz a todo mundo, por isso, quem não sabe o que está falando, ou está tentando falar a mesma coisa que os seus concorrentes (“só para dizer que você está no páreo”), provavelmente está fazendo um trabalho muito próximo ao de um papagaio! Mas marketing de conteúdo, infelizmente, você não está fazendo!

A estratégia é justamente o que dá corpo ao seu conteúdo, o que torna ele único, o que faz a mensagem ser certa! Se você não tem a estratégia, as chances de você estar gastando dinheiro para alimentar um “blog papagaio” são imensas!

Fugindo do conteúdo papagaio

Agora que você sabe que uma estratégia de conteúdo é importante, talvez, você esteja mais chateado e pensando “eu sei que é importante, mas a verdade é que eu não tenho dinheiro para pagar uma boa estratégia de conteúdo!”.

Ok. Então, vamos combinar uma coisa? Apenas não contrate um redator papagaio, que estará recebendo R$ 25,00 (ou menos) para escrever a mesma coisa que os seus concorrentes estão falando, com base em uma estratégia fake, baseada em uma persona inventada e construída a partir do senso comum! Certo?

Feito esse acordo, vamos aproveitar os recursos que você tem e não ficar olhando para os recursos que você não tem!

O que seus clientes dizem ou querem saber sobre o seu negócio? Isso vale ouro!

Você já parou para pensar que as dúvidas dos seus clientes são informações valiosas para nortear a elaboração do seu conteúdo?

Através do seu conteúdo você pode solucionar dúvidas dos seus clientes, gerar confiança e autoridade. Simples assim! Escutando o que o seu cliente quer saber, você já tem muito do que você precisa para produzir conteúdos relevantes e que promovam aquilo que você mais precisa: um relacionamento positivo que gere vendas, fidelização e até futuros embaixadores da sua marca!

A maioria das empresas que chega à porta do A Redatora hoje quer gerar conteúdo baseado no que seus concorrentes já estão falando. Porém, como eu digo e insisto, isso não vai trazer resultados e vai transformar seu conteúdo, no que eu chamo de “conteúdo papagaio”.

Conhecer as dúvidas dos seus clientes e gerar conteúdo a partir delas não substitui uma estratégia de conteúdo, mas certamente, ela é uma estratégia mais certeira do que ficar repetindo o que os seus concorrentes já estão falando na internet.

Tive um professor em um curso de literatura que sempre dizia uma ótima frase: “não escreva um livro por escrever. As livrarias já estão cheias de livros”.

E se as livrarias estão cheias de livros, o que vamos dizer sobre conteúdo do Google, não é mesmo? Você não precisa ser mais um! Nem precisa ser mais do mesmo!

Olhar a concorrência é muito válido para muitos aspectos em um negócio, mas na hora de gerar conteúdo, esse fator não é o principal! Você precisa ouvir seu cliente acima de tudo, se quiser fazer um bom blog, ter um bom e-mail marketing ou ainda uma Fan Page que arrase.

Em tempos de internet, palavra é conexão e não bandeira!

Foi-se o tempo em que as palavras serviam apenas para enaltecer, enfatizar e dizer o quanto seus produtos ou serviços são bons. Muitas empresas e empreendedores ainda não caíram na real, mas a verdade é que esse tipo de abordagem te faz um chato e não desperta o interesse de ninguém (nem mesmo do seu cliente!).

A internet deu voz a todos, fazendo com que as palavras tenham ainda mais importância. Empresas que não sabem utilizá-las como ferramentas de conexão para transmitir uma boa mensagem, perdem, e perdem muito!

Por isso, não esqueça o guarda-chuva, que vai chover! E se a grana está faltando para estratégia, pelo menos, jamais deixe de ouvir seus clientes! E, PELAMOR, pare de gerar conteúdo papagaio!

Sua empresa tem mais recursos do que o dinheiro. E tenho certeza que você tem muito para dizer e se conectar com seus clientes. Saiba utilizar seus recursos a seu favor!

Precisa de estratégia para o seu conteúdo? Então, não deixe de entrar em contato! E compartilhe esse post com aquele colega que tem um blog papagaio, ou copia seu conteúdo e anda precisando de uma ajudinha… 😛

2 comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *